Bem Vindos


I made this widget at Pedatividade.com.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Projeto de Recuperação Paralela



Projeto de Recuperação Paralela

Portaria nº. 040-R, 13/04/2010.



a) Justificativa:

A recuperação paralela faz-se necessária porque é um dos mecanismos que oportunizam atender a diversidade de características e ritmos de aprendizagem dos educandos, levando em consideração o que os alunos sabem e o que ainda serão capazes de aprender, ver no saber e o não saber, momentos que dialogam na produção de novos e profundos conhecimentos.

b) Objetivos:

· Garantir a todos os nossos alunos oportunidade de aprendizagem, redirecionando ações significativas e diversificadas de modo que as dificuldades diagnosticadas sejam superadas.

· Oferecer atendimento individualizado, observando com mais detalhes as reais dificuldades de cada aluno.

· Entusiasmar o corpo docente a desenvolver práticas pedagógicas atrativas, aproveitando diversos recursos e ambientes de aprendizagens para fomentar um trabalho de qualidade.

· Encorajar os alunos ao redirecionamento de atitudes comportamentais que os impedem efetivamente de aprender.

· Aproximar professor e aluno para a reconstrução de atitudes afetivas cotidianas.
c) Abrangência: Alunos com baixo desempenho.
d) Indicação do trimestre: 1º, 2º e 3º trimestre.
e) Período de realização: Sugerimos a realização das aulas de maneira continua e processual no cotidiano letivo.
f) Horário da oferta: Reservar cerca de uma hora por dia da carga horária para dar atenção aos grupos que necessitam recuperar o ensino-aprendizagem.
g) Ações (reuniões, divulgações e outras):

Conselho de classe.

Planejamento pedagógico.

Reunião junto às famílias de nossos alunos.

h) Estratégias e metodologias que serão utilizadas:

· Identificar as dificuldades do aluno encaminhado à recuperação paralela e relacionar os conteúdos que serão trabalhados.

· Organizar as turmas por série e nível de desempenho nas diferentes habilidades, os alunos com necessidades educacionais especiais, incluídos nesse processo.

· Elaborar em conjunto com os professores as atividades utilizadas na recuperação paralela, bem como a organização dos livros, revistas, fotocópias e jogos pedagógicos.

· Montar pasta portifólio para confrontar com o aluno o desenvolvimento de seu aprendizado, quando o aluno percebe, no concreto, a construção do conhecimento é estimulado a continuar aprendendo.

· Trabalhar relações inter-pessoais, considerando levantamento feito com os professores, observamos que a maioria dos alunos indisciplinados, são os que têm notas abaixo da média desejada.

· Explanar aos pais ou responsáveis a fundamental importância da família nesse contexto de aprendizagem.

· Salientar a importância desse projeto, atribuindo responsabilidades, como por exemplo, a organização do aluno para que esteja na escola aos sábados.

· Acompanhar as atividades desenvolvidas e providenciar reformulações quando necessárias.

i) Recursos materiais: Apostilas confecionadas de acordo com a necessidade da turma.

j) Recursos humanos necessários: Extensão temporária de carga horária dos professores regentes de sala de aula e da equipe pedagógica envolvida neste projeto.

k) Avaliação: Será acompanhado e registrado o desempenho de cada aluno no período desse projeto, bem como as atividades desenvolvidas como recursos pedagógicos reformuladas, se necessário.

Referência Bibliográfica:

Esteban, M.T. (1992) Não Saber/Ainda Não Saber/Já Saber: pistas para a superação do fracasso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário